Davos (Suíça), 30 jan (EFE).- O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, disse hoje em Davos que existe a possibilidade de a entidade que dirige ganhar responsabilidades de supervisão financeira.

Em um debate no Fórum Econômico Mundial sobre o futuro sistema financeiro, Trichet afirmou que o BCE "sempre esteve a favor de uma relação mais estreita entre os bancos centrais e as autoridades de supervisão".

"Neste momento não posso dizer qual é a posição do Conselho do BCE, mas notamos que o artigo 105.6 do Tratado de Maastricht permitiria aos Governos nos dar mais responsabilidade nesta área", declarou Trichet.

O presidente do BCE afirmou que o futuro sistema financeiro deverá ser mais transparente, tanto no que se refere às instituições financeiras, aos mercados e aos produtos financeiros.

Trichet apoiou as medidas adotadas por Governos e diferentes bancos centrais para enfrentar "uma situação excepcional", mas defendeu que para restaurar a confiança é necessário olhar a longo prazo.

Além disso, criticou que nos últimos anos tenha acontecido no sistema financeiro uma orientação muito forte para a obtenção de lucro a curto prazo. EFE aia/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.