SÃO PAULO - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) recuou para 0,87% na terceira leitura de março, com contribuição dos grupos Transportes e Vestuário, apontou a Fundação Getulio Vargas (FGV) em nota. Na segunda prévia do mês, o indicador subiu 0,93%.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237562682784&_c_=MiGComponente_C

A baixa de 3,08% no item álcool combustível teve impacto em Transportes, que foram de elevação de 0,79% na segunda medição de março para 0,31% na apuração seguinte. A queda mais marcada nos preços das roupas levou Vestuário a sair de uma elevação de 0,07% para declínio de 0,37%.

Entre uma pesquisa e outra, também registraram suavização no ritmo de alta Despesas Diversas (0,20% para 0,16%) e Saúde e cuidados pessoais (0,39% para 0,37%). Em sentido contrário, Alimentação teve leve variação, de 2,42% para 2,43% de avanço, e Educação, leitura e recreação aumentaram 0,23%, abandonando decréscimo de 0,02% na segunda prévia.

Habitação, por sua vez, manteve-se em 0,30%.

Leia mais sobre : inflação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.