Queen Elizabeth II, um dos mais famosos transatlânticos do mundo, foi recebido com grandes honras nesta quarta-feira, em Dubai, onde será transformado em um hotel cinco estrelas.

O navio, fretado em 1967, fazia sua última viagem, de Southampton, na Grã-Bretanha, e foi recebido pelo enorme iate "My Dubai", propriedade do emir de Dubai, xeque Mohamad Ben Rashed al Maktum, e por muitas outras dessas embarcações.

O superavião A380 da companhia Emirates sobrevoou "Queen Elizabeth II" a baixa altitude. Depois, o luxuoso navio foi rebocado até o porto de Mina Rashed, onde era esperado pelas autoridades locais, que portavam bandeiras britânicas e dos Emirados Árabes Unidos. A bordo, as centenas de passageiros que participavam dessa última travessia também agitavam bandeiras britânicas.

O transatlântico permanecerá em Mina Rashed até ser transformado em um hotel cinco estrelas e, depois, ficará ancorado em Palm Jumeirah, a famosa ilha artificial em forma de palmeira frente à costa de Dubai.

O "Queen Elizabeth II" percorreu cerca de seis milhões de milhas náuticas, deu 25 voltas ao mundo e atravessou o Atlântico mais de 800 vezes, transportando, ao todo, mais de 2,5 milhões de passageiros.

Foi vendido pela companhia americana Cunard para a empresa pública árabe Istithmar, em novembro de 2007, por 67 milhões de euros (99 milhões de dólares).

ak/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.