Um grupo de cerca de 200 funcionários indiretos da mineradora Vale fez um protesto na manhã desta quinta-feira na portaria da empresa em Vitória (ES) contra as demissões ocorridas nos últimos meses. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do Espírito Santo (Sindimetal), outra manifestação deve ocorrer amanhã no mesmo local, uma vez que a mineradora não fez nenhuma proposta aos trabalhadores, segundo o presidente da entidade, Roberto Pereira de Souza.

Procurada pela reportagem, a Vale não comentou o assunto.

Segundo o sindicalista, os trabalhadores querem negociar uma garantia de um porcentual de empregos para os prestadores de serviços da Vale, em sua maioria especializados em manutenção mecânica. Eles também pedem o repasse do reajuste salarial firmado na data-base da categoria, que foi de 7,26%.

Souza informou que mais de 2 mil trabalhadores indiretos da Vale no Espírito Santo foram demitidos desde novembro do ano passado, o equivalente a cerca de metade do contingente de trabalhadores do setor metal mecânico que trabalha indiretamente para a empresa no Estado. Atualmente, cinco das sete unidades de pelotização de minério da Vale no Espírito Santo estão desligadas, segundo ele.

Leia mais sobre Vale

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.