A Toyota anunciou ontem que decidiu suspender temporariamente as vendas do modelo 2010 do Lexus GX 460, depois que uma respeitada revista americana especializada alertou seus leitores a não comprarem o utilitário esportivo. A revista Consumer Reports atribuiu ao carro um raro "Não compre: risco de segurança", depois de submeter o veículo a testes.

A Toyota anunciou ontem que decidiu suspender temporariamente as vendas do modelo 2010 do Lexus GX 460, depois que uma respeitada revista americana especializada alertou seus leitores a não comprarem o utilitário esportivo. A revista Consumer Reports atribuiu ao carro um raro "Não compre: risco de segurança", depois de submeter o veículo a testes. Quando levado ao limite, a traseira do GX "derrapa até que quase saia de lado antes que o sistema eletrônico de controle da estabilidade consiga retomar o controle", destacou a revista. "Acreditamos que, em condições reais de direção, esta situação poderia levar a um acidente com capotamento, o que poderia provocar ferimentos sérios ou a morte", acrescentou, alertando que não tem o conhecimento de relatos do tipo. A Toyota informou ter pedido a seus vendedores que "suspendam temporariamente as vendas do GX 460 2010", mas insistiu estar "confiante de que o GX atende aos nossos altos padrões de segurança". Recall. A fabricante foi forçada a fazer o recall de milhões de carros nos Estados Unidos desde o fim de 2009, depois de uma série de problemas relacionados com "aceleração não intencional". Os recalls causaram comoção nos Estados Unidos, e os executivos da Toyota foram repreendidos pelo Congresso, o que deixou em frangalhos a reputação antes ilibada da companhia. A montadora informou estar preocupada com a avaliação negativa da Consumer Reports e que nunca passou por problemas similares nos testes que realiza, oferecendo-se a emprestar um carro para os proprietários do GX 460 até que se identifique uma solução. "Por mais de 20 anos, a Lexus fez da segurança e da satisfação do cliente nossas maiores prioridades", disse a Toyota, em nota.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.