SÃO PAULO - A Toyota reduziu sua meta de vendas globais para 2009 em 700 mil veículos e espera agora uma marca de 9,7 milhões de unidades ante a expectativa de comercializar 10,4 milhões de veículos no período.

A revisão foi conhecida em meio ao encarecimento do combustível e uma desaceleração econômica, com impacto na demanda. Vale notar que, no mês passado, a fabricante japonesa cortou sua meta de 2008 para 9,5 milhões de veículos.

Estamos olhando para a atual orientação para carros eficientes em termos de combustível nos Estados Unidos como uma mudança estrutural na demanda, declarou o presidente da Toyota, Katsuaki Watanabe, em conversa com a imprensa. Pretendemos responder rapidamente e com flexibilidade a esse ambiente, acrescentou.

Nos seis primeiros meses deste ano, a Toyota vendeu mais de 4,8 milhões de veículos no mundo, superando sua concorrente americana, a GM, que comercializou mais de 4,5 milhões de veículos.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.