A Toyota abandonou as perspectivas de vender mais de 10 milhões de veículos no mundo em 2009, em conseqüência da queda das vendas nos Estados Unidos, revelou o presidente da empresa.

A gigante japonesa diminuiu a meta para 9,70 milhões de unidades pelo "ambiente muito difícil para os negócios", anunciou o presidente executivo da Toyota, Katsuki Watanbe.

O aumento dos preços do petróleo e das matérias-primas, assim como a tendência de queda nas vendas nos Estados Unidos, Japão e Europa são as principais causas da revisão.

dr/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.