SÃO PAULO - A Toyota Motor alertou nesta sexta-feira para um prejuízo maior do que o estimado antes no ano fiscal que termina em março. A perda operacional deve ser de 450 bilhões de ienes (US$ 4,95 bilhões), acima da estimativa anterior para o período, de 150 bilhões de ienes.

Será o primeiro prejuízo operacional da montadora japonesa em mais de 70 anos.

A companhia também espera um prejuízo líquido de 350 bilhões de ienes no ano fiscal que acaba em março. Além da fraca demanda, a Toyota atribuiu a revisão das projeções à forte apreciação do iene em relação a outras moedas.

"O ambiente de vendas piorou dramaticamente no mês passado", comentou a jornalistas o vice-presidente executivo da Toyota, Mitsuo Kinoshita.

No terceiro trimestre fiscal, fechado em dezembro, a fabricante japonesa de veículos teve prejuízo líquido de 164,7 bilhões de ienes, invertendo a direção tomada um ano antes, quando obteve lucro de 458,6 bilhões de ienes. A receita diminuiu 28,4%, ficando em 4,8 trilhões de ienes.

As vendas de veículos no mundo nos três meses encerrados em dezembro somaram 1,84 milhão de unidades, uma diminuição de 443 mil unidades perante um ano antes.

"Estamos em um ambiente econômico difícil, enfrentando incertezas, incluindo flutuações nos preços da energia e das matérias-primas bem como das taxas de câmbio", observou a Toyota em comunicado.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.