Tóquio, 4 nov (EFE).- Toyota, maior fabricante mundial de veículos, anunciou hoje que, por razões econômicas, está se retirando da Fórmula 1, que a partir da próxima temporada não terá escuderias japonesas.

Em comunicado, a empresa confirmou as informações publicadas hoje pelo jornal japonês "Mainichi" e se une a outras marcas japonesas que decidiram abandonar o automobilismo, como Honda na Fórmula 1, ou Suzuki e Subaru no Mundial de Rally.

A Toyota começou a participar da Fórmula 1 em 2002 e seus planos eram continuar até 2012, mas a "grave situação econômica atual", como assinala na nota, provocou sua uma retirada precipitada da modalidade mais famosa do automobilismo mundial. EFE psh/fk

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.