A Bolsa de Tóquio teve mais um dia de forte queda, uma vez que os mergulhos das bolsas de Nova York e da cotação do euro voltaram a abalar a confiança dos investidores, puxando o índice Nikkei 225 para o território negativo no desempenho acumulado do ano. O índice perdeu 331,10 pontos, ou 3,1% e fechou aos 10.

A Bolsa de Tóquio teve mais um dia de forte queda, uma vez que os mergulhos das bolsas de Nova York e da cotação do euro voltaram a abalar a confiança dos investidores, puxando o índice Nikkei 225 para o território negativo no desempenho acumulado do ano. O índice perdeu 331,10 pontos, ou 3,1% e fechou aos 10.364,59 pontos, depois de ter caído 3,3% na véspera. O volume negociado, de mais de 3,1 bilhões de ações, foi um dos mais altos do ano. Ao longo de uma semana encurtada por feriados, o Nikkei cedeu 6,3% e agora acumula baixa de 1,7% no ano.

Embora os fundamentos das empresas japonesas continuem a melhorar, o desempenho do Nikkei pode permanecer fraco até 19 de maio, dizem os traders. Nesse dia, vence o prazo para que a Grécia pague sua dívida. "Agora é o momento de avaliar se há possibilidade de a crise da zona do euro se espalhar", afirmou um analista.

O estrategista sênior da corretora Nikko Cordial, Tsuyoshi Kawata, observou que os traders aguardam os dados sobre o mercado de trabalho nos EUA e a votação, no parlamento da Alemanha, do pacote de socorro à Grécia. Outros apontaram que o traders estão apreensivos com a possibilidade de que mais notícias ruins venham da Europa ao longo do fim de semana. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.