Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Tóquio fecha em queda de 1,5%, puxada pela Sony

A Bolsa de Tóquio fechou em queda depois que a fraca projeção de lucros da Sony jogou uma névoa sobre o mercado logo cedo. A compra de ações dos grandes bancos, em preparação ao anúncio dos balanços dessas instituições, serviu apenas para amenizar as perdas da Bolsa até o fim do pregão.

AE |

A Bolsa de Tóquio fechou em queda depois que a fraca projeção de lucros da Sony jogou uma névoa sobre o mercado logo cedo. A compra de ações dos grandes bancos, em preparação ao anúncio dos balanços dessas instituições, serviu apenas para amenizar as perdas da Bolsa até o fim do pregão. O índice Nikkei 225 terminou em baixa de 158,04 pontos, ou 1,5%, e fechou aos 10.462,51 pontos.

"Podemos ter visto o mercado perto do piso de curto prazo hoje", comentou Teruhisa Ishikawa, gerente da corretora Mizuho Investors Securities. Ele observou que, diferentemente da rápida recuperação após a crise de Dubai no ano passado, agora a Bolsa provavelmente sustentará sua tendência de alta por vários meses, na medida em que as ações passem a embutir as melhoras nos fundamentos.

As previsões da Sony para o ano fiscal corrente, de lucro operacional de 160 bilhões de ienes (US$ 1,728 bilhões) e lucro líquido de 50 bilhões de ienes, ficaram abaixo do que o mercado esperava e forneceram todos os incentivos para a venda de ações. Os papéis da fabricante de eletrônicos perderam 6,8%, sua maior baixa no ano, e ditaram o ritmo de uma liquidação liderada basicamente pelo setor de tecnologia. Tokyo Electron baixou 3%. As informações são da Dow Jones

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG