A Bolsa de Tóquio fechou em alta, com o índice Nikkei 225 retomando a marca dos 10 mil pontos depois de um rali estimulado pelos dados do PIB dos EUA, melhores do que o esperado. A tendência foi reforçada pela compra de ações específicas, que já haviam precificado balanços decepcionantes de empresas líderes, como Hitachi e NEC.

O Nikkei 225 ganhou 143,64 pontos, ou 1,5%, e fechou aos 10.034,74 pontos.

A alta foi sustentada por uma reversão da maioria dos fatores que causaram a queda das ações no dia anterior. A maior parte das demais bolsas asiáticas fechou em alta, as cotações do ouro e do petróleo também subiram e houve um modesto rali na cotação do dólar. Os dados do PIB do EUA, que já haviam deflagrado um rali nas bolsas de Nova York ontem, levaram os principais índices da Bolsa de Tóquio a subir logo na abertura, com destaque para os setores de energia, aço e para as empresas de comércio exterior. As principais exportadoras, como as montadoras e fabricantes de eletrônicos, também tiveram um desempenho sólido.

"Na próxima semana, o mercado japonês vai oscilar basicamente com os fatores externos, como Wall Street, ainda que alguns balanços mexam com ações individuais", disse um analista, que previu um nível de resistência para o Nikkei em torno dos 10.200 pontos. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.