A Bolsa de Tóquio fechou em baixa, influenciada pela queda de Wall Street na sexta-feira por conta das acusações de fraude contra o banco Goldman Sachs. O fato desencadeou uma onda de vendas no setor financeiro japonês.

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa, influenciada pela queda de Wall Street na sexta-feira por conta das acusações de fraude contra o banco Goldman Sachs. O fato desencadeou uma onda de vendas no setor financeiro japonês.

O Índice Nikkei caiu 193,41 pontos, ou 1,7%, fechando aos 10.908,77 pontos, após a perda de 1,5% registrada na sexta-feira. O nível de fechamento do índice foi o mais baixo desde 25 de março - enquanto o declínio porcentual foi o maior observado desde o recuo de 2,1% do dia 19 de fevereiro.

O índice caiu com força desde a abertura das operações, após a acusação feita na sexta-feira pela Securities and Exchange Comission (SEC, o equivalente à Comissão de Valores Mobiliários) de que o Goldman Sachs teria enganado investidores na negociação de investimentos que favoreceram clientes preferenciais em detrimento dos outros.

Apesar do tumulto causado pelo gigante de Wall Street, não há nenhuma mudança fundamental na visão de que a economia global continua em ritmo de recuperação, observou Hiroichi Nishi, gerente-geral da Nikko Cordial Securities. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.