Rio, 24 - O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, não acredita que a atual crise financeira altere as perspectivas de demanda de crescimento do etanol no Brasil. Hoje, a EPE divulgou uma previsão de que a procura pelo produto vai aumentar 150% ao longo dos próximos anos.

O executivo lembra que mais da metade dos investimentos previstos para o período já estão em andamento. Além disso, o preço do petróleo acima dos US$ 75,00 por barril mantém a competitividade do etanol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.