Tamanho do texto

Foi suspensa ontem a exportação de carne bovina de Tocantins para a Rússia, após confirmação de quatro focos de estomatite vesicular numa pequena propriedade rural na cidade de Paranã. A medida está prevista em acordo sanitário firmado entre os governos brasileiro e russo.

O impacto da suspensão deve ser pequeno. De janeiro a agosto, os frigoríficos de Tocantins exportaram US$ 40 milhões em carne bovina in natura, sendo US$ 31 milhões para a Rússia.

As vendas totais de carne bovina in natura somaram, no período, US$ 2,71 bilhões. Os animais não serão sacrificados, pois a doença é considerada branda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.