Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Time Warner fecha 2008 com perda líquida de US$ 13,4 bilhões

Nova York, 4 fev (EFE).- A empresa do setor de comunicação e entretenimento Time Warner fechou 2008 com uma perda líquida de US$ 13,4, bilhões, bem abaixo do lucro de US$ 4,3 bilhões do exercício anterior.

EFE |

A perda anual por ação foi de US$ 3,74, enquanto em 2007 houve ganho de US$ 1,17. As receitas totalizaram US$ 46,9 bilhões, o que representa um aumento de 1% comparado com o ano passado.

Ambos os dados ficaram abaixo das estimativas dos analistas de Wall Street.

A AOL, divisão de internet da firma, fechou o exercício com perda operacional de US$ 1,1 bilhão, enquanto o segmento de serviços por cabo contabilizou números negativos de US$ 11,782 bilhões - assim como a de publicações, com US$ 6,6 bilhões.

Em contraste, a divisão de televisão teve lucro de US$ 3,1 bilhões, mantendo a tendência de 2007, e a de entretenimento também se saiu bem, com US$ 823 milhões, embora menor que os US$ 845 milhões de 2007.

No quarto trimestre, a Time Warner teve uma perda líquida de US$ 16 bilhões, ou US$ 4,47 por ação, comparado com um ganho de US$ 1,031 bilhão (US$ 0,28) no mesmo período do ano anterior, muito por conta da depreciação de ativos na AOL, Time e outras filiais.

Tirando os gastos extraordinários, haveria um ganho de US$ 0,23 por título.

As receitas de outubro a dezembro chegaram a US$ 12,3 bilhões, o que representa uma queda de 3% em relação ao mesmo tempo do exercício passado.

Houve queda nas receitas trimestrais nas divisões de produtos cinematográficos, de publicações e internet, enquanto tiveram alta as de serviços via cabo e televisão.

O anúncio fez com que as ações da Time Warner caíssem cerca de 1% no início do pregão de hoje na Bolsa de Nova York, para US$ 9,73.

EFE vm/dp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG