O mercado brasileiro de telecomunicações ainda oferece potencial de crescimento, embora esteja em uma nova fase, com o mesmo usuário detendo mais de uma linha móvel. A opinião é do presidente da TIM, Luca Luciani.

O executivo prevê que a receita líquida do setor de telefonia celular crescerá dos R$ 44 bilhões em 2008 para R$ 50 bilhões em 2011, alta de aproximadamente 5%. A telefonia fixa deve faturar R$ 46 bilhões ao final de 2011, enquanto o mercado de banda larga deve registrar receitas de R$ 16 bilhões, valor 50% maior, ainda segundo Luciani.

Uma das iniciativas da empresa para tentar recuperar participação de mercado, especialmente entre o público de maior poder aquisitivo, é a nova campanha publicitária, a ser veiculada a partir desta terça-feira em jornais, revistas, televisão e internet, com o slogan "Você, sem fronteiras".

Até abril, a TIM pretende anunciar um novo portfólio de produtos, incluindo pacotes de serviços para o mercado corporativo. Apesar de o foco ser o cliente de maior valor, Rogerio Takayanagi, diretor de marketing da TIM, disse que a empresa seguirá com a oferta de produtos específicos para as classes C e D. "Seria uma miopia não fazer uma oferta mais massiva", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.