aberta a destinação de licenças para o WiMax - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

TIM está aberta a destinação de licenças para o WiMax

A TIM está, por definição, aberta a qualquer tipo de solução e tecnologia disponível, afirmou há pouco o presidente da operadora, Mario Cesar Pereira de Araujo, quando questionado por analista se teria interesse em pleitear a faixa de 3,5 GHz, apropriada para a plataforma WiMax, de banda larga sem fio. Vamos examinar essa tecnologia como uma oportunidade a mais para oferecer serviços a clientes, observou o executivo em teleconferência, destacando que o WiMax poderia ser empregado para preencher lacunas de cobertura, diferentemente da banda larga pela rede de terceira geração (3G), cuja abrangência é bem maior.

Agência Estado |

Para Araujo, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) precisa colocar novas faixas de freqüência à disposição das operadoras móveis, "e essa banda não necessariamente" pode ser usada para acomodar a tecnologia WiMax. "Estamos analisando a forma da licitação para nos prepararmos. Em princípio, estamos sempre interessados em licenças, pois a radiofreqüência é ar que a operadora móvel respira", destacou, instantes atrás, o executivo.

A Anatel abriu ontem (4), a consulta pública para modificar a distribuição da faixa de 3,4 GHz a 3,6 GHz. O órgão regulador sugere que a licença de 3,5 GHz seja destinada também ao Serviço Móvel Pessoal (SMP) e propõe a exclusão do artigo que versava sobre a restrição de mobilidade destes serviços.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG