Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Texas fecha a US$ 145,08 após chegar a US$ 147,7

Nova York, 11 jul (EFE).- O preço do barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) subiu hoje 2,42% na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), para US$ 145,08, embora durante o pregão tenha alcançado um recorde histórico de US$ 147,7.

EFE |

Os contratos do Texas, de referência nos Estados Unidos, para entrega em agosto subiram US$ 3,43 e fecharam acima dos US$ 145 devido à preocupação no mercado diante do aumento das tensões no Oriente Médio e ao temor com eventuais problemas de provisão na Nigéria e no Brasil.

Na semana, o Texas caiu 0,14% na Bolsa Mercantil de Nova York.

Os analistas atribuem o encarecimento de hoje do petróleo ao aumento das tensões no Oriente Médio, após o Irã ter testado esta semana mísseis de médio e longo alcance, e aos temores de que Israel pudesse atacar esse país.

O mercado também temia interrupções na provisão procedente da Nigéria e do Brasil.

O presidente americano, George W. Bush, pediu hoje ao Congresso que autorize antes de agosto novas áreas de exploração de reservas de petróleo a fim de aumentar a provisão própria e aliviar a pressão sobre os preços mundiais da commodity.

"Uma caminho para enfrentar os problemas de provisão é aumentar as reservas nos EUA", disse Bush, que explicou que os americanos têm um "potencial enorme" de reservas de petróleo, "no Alasca e em regiões do oeste".

Bush se queixou que, apesar disso, os democratas, que são maioria no Congresso americano, tenham "bloqueado sistematicamente" a autorização para poder explorar essas áreas e lembrou que "estes são tempos econômicos difíceis para os cidadãos dos EUA".

O preço da gasolina para entrega em agosto subiu em Nova York US$ 0,5, para US$ 3,56 o galão em relação aos US$ 3,51 do fechamento de quinta-feira.

Os contratos de gasóleo de calefação para entrega em agosto encareceram US$ 0,4, para US$ 0,07 por galão, frente aos US$ 4,03 do fechamento anterior.

Os contratos de gás natural para entrega em agosto fecharam no Nymex a US$ 11,9 para cada mil pés cúbicos, após diminuir US$ 0,40 em relação a seu preço anterior. EFE bj/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG