A israelense Teva venceu a disputa pela fabricante alemã de medicamentos genéricos Ratiopharm, desembolsando 3,625 bilhões para resgatar a empresa líder do segmento no segundo maior mercado mundial de genéricos. A Teva, que derrotou a americana Pfizer e a islandesa Actavis na disputa pela Ratiopharm, informou que a nova companhia teve receita de US$ 16,2 bilhões de dólares em 2009.

Sozinha, a Teva teve faturamento de US$ 13,9 bilhões de dólares. Colocada à venda pela família Merckle, na Alemanha, após a decadência dos seus negócios, a Ratiopharm divide com a Stada o segundo lugar entre as fabricantes alemãs de genéricos, trilhando os negócios da gigante suíça Novartis. A Teva, maior companhia israelense, tem valor de mercado de cerca de US$ 57 bilhões. Com a Ratiopharm, a empresa vai saltar para o topo do mercado de genéricos na Alemanha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.