Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Tesouro dos EUA negociará liberação da 2ª parcela de US$ 350 bi

SÃO PAULO - O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson, vai trabalhar em conjunto com o congresso e com os membros da futura administração Obama para definir o melhor momento para solicitar a segunda parcela de US$ 350 bilhões do plano de US$ 700 bilhões aprovado pelos congressistas a fim de salvar o sistema financeiro. A primeira parcela terminou de ser alocada hoje, com o anúncio feito pela Casa Branca de um empréstimo emergencial de US$ 17,4 bilhões para as montadoras de Detroit. O dinheiro, que originalmente seria usado para compra de ativos podres de bancos, acabou sendo alocado na compra de ações dessas instituições e, por fim, será aplicado em um empréstimo de última instância para a General Motors (GM) e a Chrysler. A GM vai receber US$ 9,4 bilhões imediatamente, enquanto a Chrysler terá direito a US$ 4 bilhões.

Valor Online |

Um adicional de US$ 4 bilhões, que deve ser repassado para a GM no início do ano que vem, já está na dependência da liberação da segunda parcela do pacote por parte do congresso.

Para obter o aval dos parlamentares, o Departamento do Tesouro terá que explicar como pretende usar os US$ 350 bilhões. A expectativa é de retenção dos recursos caso o Executivo não prometa usar ao menos parte dos recursos para ajudar os mutuários de hipotecas que estão sendo despejados de suas casas.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG