Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Tesouro dos EUA cede US$ 6 bilhões para resgatar a GM, através da GMAC

SÃO PAULO - Em mais uma tentativa do governo norte-americano para socorrer a indústria automobilística do país, o Tesouro dos EUA anunciou ontem que vai disponibilizar recursos para resgatar a GMAC, braço financeiro da General Motors. O plano tem duas frentes: a compra de uma fatia da GMAC equivalente a US$ 5 bilhões e o empréstimo de US$ 1 bilhão diretamente para recapitalizar a GM, para que a empresa possa investir na reorganização de seu braço financeiro.

Valor Online |

"Isso é parte de nossa estratégia para posicionar a GMAC em uma estabilidade de longo prazo. Isso é importante porque, assim, podemos dar crédito aos consumidores", disse Toni Simonetti, porta-voz da GMAC, depois do anúncio do Tesouro.

A instituição financiou cerca de 35% dos consumidores de varejo da GM no último ano e é considerada essencial para a sobrevivência da montadora. Na semana passada, o Federal Reserve abriu as portas para que a GMAC se tornasse uma companhia holding bancária, possibilitando desse modo que a empresa se beneficiasse dos programas de empréstimo do governo.

As vendas da GM acumulam perdas de 22% nesse ano até novembro. A situação da companhia piorou quando a GMAC, que também estava com problemas de caixa, limitou os empréstimos somente para as pessoas com os melhores perfis de crédito.

Esse novo plano de resgate do Tesouro dos EUA é parte do pacote de US$ 700 bilhões que o governo do país originalmente usaria para socorrer o setor financeiro. Depois que o Senado norte-americano abandonou os esforços para aprovar a legislação referente ao resgate de US$ 14 bilhões para as empresas do setor automobilístico, o governo anunciou que, sem alternativa, estudaria usar parte do pacote.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG