Tamanho do texto

Os contratos futuros do petróleo terminaram em baixa pela sétima vez em oito sessões, pressionados por receios de enfraquecimento na demanda em grandes consumidores da matéria-prima (commodity). O contrato do petróleo para fevereiro negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) caiu US$ 0,93, ou 2,33%, para US$ 38,98 o barril.

Em Londres, o contrato do petróleo tipo Brent para fevereiro recuou US$ 1,09, ou 2,4%, para US$ 40,36 o barril.

Os preços do petróleo caíram em praticamente todas as sessões desde 11 de dezembro, quando encerraram a aproximadamente US$ 48, em meio a preocupações de desaquecimento na demanda nos EUA e em outros grandes consumidores da commodity.

Por outro lado, há sinais de que os preços baixos da gasolina estão começando a estabilizar a demanda norte-americana. O consumo do combustível nas quatro semanas encerradas em 19 de dezembro caiu 2,1%, segundo a MasterCard Advisors - declínio menos acentuado do que o registrado nos últimos meses.

Amanhã o mercado receberá mais informações sobre a demanda norte-americana por petróleo após a divulgação do relatório semanal do Departamento de Energia dos EUA, que indica a posição dos estoques comerciais da commodity no país. Analistas consultados pela Dow Jones prevêem queda de 200 mil barris nos estoques de petróleo, aumento de 600 mil barris nos estoques de gasolina e declínio de 100 mil barris nos estoques de destilados.

O nível dos estoques na cidade de Cushing - centro de distribuição do petróleo negociado na Nymex nos EUA - será amplamente observado. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.