Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Temores persistem e derrubam mercados na Ásia

Por Rafael Nam HONG KONG (Reuters) - As principais bolsas de valores da Ásia encerraram a quinta-feira em queda diante do aumento das notícias ruins sobre a economia global, enquanto o dólar e o iene se mantiveram estáveis à espera dos cortes de juros previstos na Grã-Bretanha e na Europa, e que podem levar as taxas para os menores patamares dos últimos anos.

Reuters |

Apesar da série de medidas adotadas por governos nos últimos meses para tentar estabilizar os mercados, o temor dos investidores de aumento das perdas ainda persiste.

Uma pesquisa com empresas no Japão divulgada nesta quinta-feira indicou que a recessão no país deve ser mais profunda do que o inicialmente previsto.

O índice MSCI que acompanha o comportamento das ações na região Ásia-Pacífico, excluindo o mercado japonês, recuava 0,39 por cento, aos 216 pontos, por volta das 6h50 (horário de Brasília), depois de ter chegado a subir 1,2 por cento, no início do pregão.

O indicador já subiu cerca de 10 por cento desde 21 de novembro, quando atingiu o menor patamar em cinco anos. Mas ainda assim, o índice acumula uma queda de aproximadamente 59 por cento no ano.

No Japão, o índice Nikkei da bolsa de valores de Tóquio encerrou os negócios com queda de 1,0 por cento, para 7.924 pontos. O indicador chegou a subir 1,3 por cento durante o pregão.

Outros índices acionários da Ásia, como da Coréia do Sul e de Taiwan fecharam com quedas superiores a 1 por cento, enquanto a bolsa de Hong Kong teve uma desvalorização mais branda, de 0,58 por cento, para 13.509 pontos.

Na Austrália, o índice acionário local fechou praticamente estável, com leve queda de 0,04 por cento, para 3.532 pontos.

Na contramão, o índice da bolsa de Xangai registrou uma valorização de 1,84 por cento, para 2.001 pontos, refletindo o bom comportamento das ações de empresas financeiras, que se beneficiaram das medidas adotadas pelo governo na quarta-feira para garantir liquidez.

Na Índia, o mercado registrava por volta das 6h57 (horário de Brasília), uma alta de 4,11 por cento, para 9.107 pontos. Em Cingapura, a bolsa local subia 1,34 por cento, para 1.662 pontos.

Leia mais sobre: Bolsas asiáticas

Leia tudo sobre: bolsas asiáticas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG