SÃO PAULO - Depois de iniciar a semana em alta e de cinco pregões de valorização, as cotações do petróleo nos mercados internacionais voltaram a recuar forte hoje, num contexto de temor generalizado quanto à solvência da Grécia e de outros países europeus. Em Nova York, o vencimento de junho do petróleo tipo WTI terminou cotado a US$ 82,74 o barril, com baixa de US$ 3,45, enquanto o vencimento de julho recuou US$ 3,39, para US$ 85,76.

SÃO PAULO - Depois de iniciar a semana em alta e de cinco pregões de valorização, as cotações do petróleo nos mercados internacionais voltaram a recuar forte hoje, num contexto de temor generalizado quanto à solvência da Grécia e de outros países europeus. Em Nova York, o vencimento de junho do petróleo tipo WTI terminou cotado a US$ 82,74 o barril, com baixa de US$ 3,45, enquanto o vencimento de julho recuou US$ 3,39, para US$ 85,76. Em Londres, o Brent de junho fechou a US$ 85,67 o barril, com queda de US$ 3,27. O contrato para julho declinou US$ 3,33, para US$ 86,66. O petróleo acompanhou o movimento generalizado das commodities, cujas cotações tradicionalmente caem quando o dólar - moeda em que são comercializadas - se valoriza. O quadro de preocupação com a situação fiscal da Grécia e o medo de que outros países europeus possam apresentar problemas semelhantes pressiona o euro para baixo e favorece uma corrida ao dólar. (Paula Cleto | Valor com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.