Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Temor de recessão segura mercado europeu em baixa

SÃO PAULO - Os mercados mundiais registram mais um dia de acentuadas perdas em meio ao crescente temor com uma acentuada desaceleração global. As quedas acentuadas observadas ontem em Wall Street derrubaram as bolsas na Ásia e seguram os investidores na ponta vendedora na Europa.

Valor Online |

Além dos bancos, perdem valor também as empresas relacionadas às commodities, que recuam dada a expectativa de menor demanda.

Por volta das 10 horas, em Londres, o FTSE-100 apresentava queda de 2,04%, para 3.923,91 pontos. O CAC-40, de Paris, cedia 3,08%, aos 2.992,74 pontos. Em Frankfurt, o DAX verificava decréscimo de 2,58%, ficando em 4.241,81 pontos.

Os bancos da região refletem hoje a nova crise de confiança que atinge o Citigroup. Depois que o banco anunciou o resgate de mais um fundo de hedge, os operadores passaram a se questionar sobre a sobrevivência da instituição. Vale lembra que Lehman Brothers e Merrill Lynch foram dois dos grandes nomes que caíram com a crise.

As ações do BNP Paribas tinham queda de quase 2%, depois de o banco anunciar, na noite de ontem, que não precisará fazer nenhum aumento de capital além dos já planejados para efetuar a compra de determinados ativos do Fortis.

Refletindo a queda no preço do petróleo, a petrolífera francesa Total declinava perto de 3%. Com metais e outras matérias-primas perdendo valor os investidores se desfazem das ações de mineradoras e siderúrgicas. O papel da ArcellorMittal desabava 9,5% em Paris.

Na Ásia, as perdas foram bastante acentuadas, com Tóquio, o principal mercado da região, caindo 6,89%. Seul diminuiu 6,70%. Na China, Hong Kong e Xangai desvalorizaram 4,04% e 1,67%, respectivamente.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG