Tamanho do texto

A LG anunciou ontem o lançamento no mercado brasileiro de duas linhas de televisores capazes de exibir imagens tridimensionais. Apesar de já terem modelos 3D fora do Brasil, seus competidores ainda não divulgaram os planos para o País.

Nove modelos da LG, prontos para exibir conteúdo 3D em alta definição, estarão no mercado até o fim do ano.

Em abril, será lançada a linha LX9500 (com tamanhos de 47 e 55 polegadas) e LEX6500 (42, 47 e 55 polegadas). No segundo semestre, chegam as séries LEX9 (60 e 72 polegadas) e LEX8 (47 e 55 polegadas). Ainda não há definição de preços, mas a expectativa dos executivos da LG é de que os modelos preparados para conteúdo 3D chegarão no mesmo preço que as primeiras TVs de LED chegaram, por volta de R$ 6 mil.

Todos os televisores 3D serão iluminados por LED (sigla em inglês de diodo emissor de luz). Diferentemente das telas LCD convencionais, que utilizam lâmpadas fluorescentes, as telas iluminadas por LEDs permitem que os televisores sejam mais finos e consumam muito menos energia.

Os televisores 3D são muito mais avançados que os televisores LCD comuns. Enquanto uma tela LCD atualiza suas imagens 60 vezes por segundo, as telas 3D da LG fazem 480 atualizações por segundo. Isso garante um movimento muito mais suave, condição fundamental para que o cérebro consiga sincronizar as imagens de cada olho e registrar a ilusão de imagens que saem para fora da tela.

Os aparelhos da LG utilizam uma tecnologia tridimensional diferente da vista no cinema. Em vez de óculos passivos, que mostram uma imagem diferente para cada olho, são utilizados óculos ativos, nos quais as lentes são feitas com LCD e funcionam em sincronia com as imagens na tela. As lentes escurecem e clareiam alternadamente, funcionando como o obturador de uma câmera fotográfica. O resultado é um efeito tridimensional que causa muito menos cansaço visual, além de funcionar em qualquer ângulo.

A conectividade também foi enfatizada pela empresa. Aparelhos de TV que acessam a web sem fio, permitem ligações via Skype e passam vídeos do YouTube foram as estrelas. Também foi mostrada uma nova tecnologia de transmissão de vídeo sem fio. Com um pequeno aparelho, é possível transmitir sinal de vídeo digital de alta definição, que pode vir de um videogame ou um aparelho de blu-ray, sem qualquer ligação física com o televisor. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.