Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Telefónica aposta que comunicações crescerão 7,4% por ano na AL

Madri, 19 nov (EFE).- O presidente da Telefónica, César Alierta, afirmou hoje que o setor de telecomunicações crescerá a taxas superiores a 7,4% anuais na América Latina entre 2007 e 2012.

EFE |

Alierta destacou que o impulso das telecomunicações na América Latina, acima da média mundial e de outras regiões como Ásia-Pacifico, será uma das "alavancas de crescimento" da região e do grupo.

Isto fará, segundo ele, com que a receita da Telefónica na região - um terço do total -, cresça de forma "muito grande".

Durante seu discurso no Fórum Latibex, Alierta explicou que, para 2011, prevê que o número de acessos na região supere os 670 milhões em linhas fixas e móveis, após crescer a taxas anuais de 22% nos últimos anos.

"Tivemos clara vocação na América Latina, conhecemos a realidade da zona e seu potencial", acrescentou Alierta, lembrando que dois terços de seus clientes estão na região e um terço de sua receita já provem dela.

A Telefónica tem 150 milhões de clientes na América Latina, onde nos últimos anos investiu de forma direta mais de 45 bilhões de euros (US$ 56,7 bilhões), além de 83 bilhões de euros (US$ 104,6 bilhões) em infra-estrutura, especificou.

Entre 2007 e 2010, a operadora deve investir mais 14 bilhões de euros (US$ 17,6 bilhões) na região.

Nos nove primeiros meses do ano, a receita da Telefónica chegou a 41,141 bilhões de euros (US$ 51,9 bilhões), dos quais 16,311 bilhões de euros (US$ 20,5 bilhões) foram arrecadados na América Latina.

A região, acrescentou Alierta, viveu uma mudança social "espetacular", com 47 milhões de pessoas que saíram da pobreza, e é uma sociedade "jovem, cosmopolita e dinâmica". EFE nca/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG