A Telecom Italia está estudando separar sua unidade de serviços de rede em linhas fixas em uma nova companhia, com o objetivo de permitir a entrada de novos investidores capazes de fazer aportes multibilionários, disseram fontes próximas do assunto à agência Dow Jones. A maior companhia de telecomunicações da Itália, que está em busca de capital novo em meio a dívidas de 37 bilhões de euros (US$ 52 bilhões), também estuda a venda de algumas de suas torres de transmissão, disseram essas fontes.

Essas duas opções poderão ser discutidas na reunião do conselho da Telecom Italia, marcada para o próximo dia 25.

Também hoje, o jornal La Stampa informou que o grupo está procurando parceiros nos países árabes e esses novos investidores poderão ficar com uma fatia de 5% a 10% na companhia. Fundos soberanos do Kuwait, Catar e Arábia Saudita foram contactados pela companhia recentemente, de acordo com o La Stampa. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.