Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

TecTotal fatura R$20 milhões com atendimento para tecnologia doméstica

SÃO PAULO - As novas tecnologias que surgem a cada dia no mercado enchem os olhos dos consumidores, mas também causam um problema comum: como instalar ou utilizar corretamente o equipamento adquirido? É nesse momento que a Tectotal entra. Ao descobrir um vácuo de conhecimento dos que não têm a quem recorrer, a companhia já registrou um faturamento de R$ 20 milhões, em sete meses de existência.

Valor Online |

A empresa, que divulgou o seu resultado hoje, termina o ano atendendo a 550 chamados, em 450 cidades. "Nossa expectativa é seguir triplicando essa receita, até que, em três anos, consigamos atingir os três dígitos em milhões", afirma Moyses Rodrigues, presidente do conselho da TecTotal.

Lançada em abril de 2008, a TecTotal é fruto de parceria entre a Telefônica e a Automatos Holding. No ano passado, a empresa de telefonia tinha uma unidade de prestação de serviço que acabou dando origem ao desenho atual da TecTotal - uma empresa autônoma, da qual a Telefônica é sócia minoritária. "Nós ampliamos os serviços e introduzimos os computadores, notebooks, roteadores, home theaters, entre outros equipamentos", diz Regina Lopes, presidente da TecTotal.

Com 500 técnicos, os serviços da TecTotal incluem a instalação, integração e a configuração de todas as tecnologias que as pessoas usam em casa. "Nós queremos substituir e unificar o serviço dos micreiros, que muitas vezes encontram problemas que não existem, só para vender o produto de sua loja", explica Moysés.

O cliente que tem qualquer dúvida com relação à instalação ou utilização do equipamento pode ligar para a companhia e comprar um cartão que fornece um certo conjunto de serviços, dando direito ao atendimento pela internet, por telefone ou mesmo pessoalmente.

Para ampliar as vendas desse cartão, que funciona também como uma fidelização do cliente, a empresa fez parcerias com 22 redes de varejo, entre elas o Carrefour, a Porto Seguro e a Microsoft. "Essas lojas também ganham com isso pois, ao venderem o seu produto, acrescentam a garantia de um atendimento que faça com que o seu cliente conseguirá usar o que comprou da melhor maneira possível", completa Moyses. Segundo ele, 30% dos equipamentos das parceiras são vendidos juntamente com o cartão, sendo que essa parcela representa 50% dos serviços TecTotal no mercado.

Os cartões dão direito a atendimentos diferentes. O custo para instalar um computador ou um notebook mais quatro periféricos (câmera, impressora e outros) é de R$ 119. Se o cliente quiser incluir a instalação da rede wi-fi, o preço fica em R$ 149. No início do segundo semestre, a empresa lançou seis novos produtos, que incluem o suporte doméstico, por meio do pagamento de uma mensalidade: compra o pacote de R$ 39,90 quem acredita que precisa de visitas técnicas ilimitadas por um ano inteiro, por exemplo.

"As dúvidas vão desde como configurar o roteador em casa, até como instalar anti-vírus. Problemas como o computador travando, com a configuração da impressora, pop-ups e até questões sobre o Excel nós também resolvemos", explica Regina.

Para conseguir atingir a meta ambiciosa de obter receita de R$ 60 milhões no próximo ano, a companhia começou um movimento de internacionalização. Além da base operacional no Peru, a TecTotal quer abranger o mercado da Colômbia, Argentina, México e Espanha.

De acordo com dados da Intel, somente no primeiro semestre deste ano quase 13 milhões de PCs foram vendidos na América Latina, sendo que a previsão é de um crescimento das vendas de 7,9% na região para 2010.

(Vanessa Dezem | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG