Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Techint fecha acordo com Venezuela e receberá US$ 1,65 bilhão pela Sidor

Buenos Aires, 19 ago (EFE).- O grupo ítalo-argentino Techint chegou a um acordo com o Governo do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, para receber US$ 1,65 bilhão pela transferência ao Estado venezuelano de 50% de suas ações da siderúrgica Siderúrgica del Orinoco (Sidor), informa hoje o jornal Clarín, de Buenos Aires.

EFE |

O acordo, fechado depois de vários meses de difíceis negociações, será assinado hoje em Caracas por Daniel Novegil, diretor da Techint, com as autoridades venezuelanas, disse o jornal.

A Techint, que tinha 60% do capital da Sidor, ficará com 10%, o que permite ter um membro na junta diretiva, garantir o fornecimento de matérias-primas a suas outras duas firmas na Venezuela e impedir que um concorrente se estabeleça na principal siderúrgica do Caribe.

Novegil, presidente da Ternium, o conglomerado que reúne as fábricas de aço plano da Techint, foi quem tinha apostado na permanência do grupo como membro da Sidor, pela qual pagou US$ 1,2 bilhão e assumiu as dívidas da siderúrgica quando foi privatizada, em 1998, disse.

O "Clarín" também destacou que a Sidor registrou lucro de US$ 500 milhões no ano passado e que era a menina dos olhos da Techint, um dos maiores conglomerados siderúrgicos do mundo, com faturamento anual de US$ 20 bilhões e 51.600 funcionários. EFE alm/wr/gs

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG