RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um consórcio formado por Techint e Andrade Gutierrez venceu a licitação para construção de uma unidade de coque do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj).

Segundo informação da Petrobras nesta quarta-feira, o valor do contrato é de 1,89 bilhão de reais.

" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Techint e Andrade Gutierrez vencem licitação de R$2bi do Comperj

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um consórcio formado por Techint e Andrade Gutierrez venceu a licitação para construção de uma unidade de coque do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj).

Segundo informação da Petrobras nesta quarta-feira, o valor do contrato é de 1,89 bilhão de reais.

Reuters |

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um consórcio formado por Techint e Andrade Gutierrez venceu a licitação para construção de uma unidade de coque do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj).

Segundo informação da Petrobras nesta quarta-feira, o valor do contrato é de 1,89 bilhão de reais.

A Petrobras informou ainda que a Comperj Participações assinou com a SMU --empresa brasileira com participantes estrangeiras-- contrato para a criação de uma nova empresa, a Companhia de Desenvolvimento de Plantas de Utilidades (CPDU), que vai analisar a implantação de unidades no Comperj.

A SMU tem participação da Sembcorp Utilities PTE Ltd, de Cingapura, através de sua subsidiária integral Sembcorp Utilities (BVI) Pte Ltd; da Mitsui & Co. Ltd. (Japão); e da Utilitas Participações S.A. (Brasil).

A CPDU vai analisar a implantação de unidades de fornecimento de energia elétrica, fornecimento de vapor, tratamento de água e efluentes, além de fornecimento de hidrogênio.

O Comperj prevê ainda a construção de uma refinaria, unidades petroquímicas de primeira e de segunda geração. A previsão é de que entre em operação no segundo semestre de 2013.

(Por Denise Luna)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG