Buenos Aires, 16 - O governo argentino anunciou hoje a revogação da Resolução 125, cujo projeto de lei foi rejeitado pelo Senado na quarta-feira. A resolução instituiu o sistema progressivo do imposto sobre e exportação de commodities agrícolas, com alíquotas que acompanham as oscilações dos preços internacionais.

A partir de agora, as alíquotas dos impostos voltam aos níveis aplicados até o dia 10 de março, antes de a medida ser anunciada pelo ex-ministro da economia Martín Lusteau. A alíquota da soja volta para 35%, do girassol 32%, do trigo 28% e do milho 25%.

O anúncio foi feito pelo ministro-chefe do Gabinete da Presidência da Argentina, Alberto Fernandes. Agora os líderes das entidades rurais tentam abrir com o governo um canal de negociação para estabelecer uma política agropecuária para o País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.