Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Taxa do IPC-Fipe na 2ª prévia é a menor desde abril

A taxa de 0,59% apresentada na segunda prévia do mês do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), divulgada hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), foi a mais baixa desde o fechamento do mês de abril, quando a inflação na capital paulista subiu 0,54%. A informação consta da série histórica da instituição.

Agência Estado |

O resultado anunciado foi 0,18 ponto porcentual menor que o observado na primeira leitura de julho, de 0,77%, e ficou abaixo das estimativas do mercado financeiro.

Entre os fatores determinantes para a alta menor do índice, destacam-se o comportamento dos preços médios do grupo Habitação e Alimentação. No primeiro, que saiu de uma alta de 0,12% e passou para uma queda de 0,11% na passagem da primeira para a segunda prévia do mês, a queda de 3,04% do item Energia Elétrica motivou a inversão do grupo do terreno positivo para o negativo. Este movimento de baixa é um reflexo da decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que definiu porcentuais menores para julho do que os de junho para a incidência de PIS/Pasep e Cofins na conta dos consumidores atendidos pela Eletropaulo.

Quanto à Alimentação, o grupo saiu de uma alta de 2,34% para uma variação de 1,85%, dando seqüência ao processo de desaceleração iniciado desde o fim da segunda metade de junho. Entre os itens que ajudaram neste comportamento, mereceram destaque as variações menores de preço do arroz, que saiu de uma elevação de 4,81% para 1,31%; do feijão, de 20,31% para 14,43%; e da carne bovina; de 8,94% para 7,08%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG