Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Taxa de desemprego fica em 14,1% em 2008 em 6 regiões metropolitanas

SÃO PAULO - O nível de desemprego nas seis áreas compreendidas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) da Fundação Seade e Dieese ficou em 14,1% em 2008, indicando uma queda no número de desempregados com relação ao ano anterior, cujo nível era de 15,5%. No período, o contingente de pessoas desempregadas era de 2,81 milhões nestas regiões, sendo que em 2007 havia pouco mais de 3 milhões de cidadãos nesta situação. A taxa de desemprego caiu em quase todas as áreas pesquisadas, com exceção para Recife, cujo nível ficou praticamente estável, marcando 19,7% em 2007 e 19,6% em 2008.

Valor Online |

O destaque de queda no desemprego no ano foi Belo Horizonte, que saiu de 12,2% para 9,8% no ano passado. Também houve queda na taxa no Distrito Federal (de 17,7% para 16,6%), em Porto Alegre (de 12,9% para 11,2%), em Recife (de 19,7% para 19,6%), em Salvador (de 21,7% para 20,3%) e em São Paulo (de 14,8% para 13,4%).

No último ano, foram gerados 804 mil postos de trabalho, sendo que 613 mil pessoas entraram no mercado. Desta forma, foi possível uma redução de 190 mil pessoas no contingente de desempregados do período.

A pesquisa mostrou também que, em 2008, o rendimento médio real dos ocupados nestas regiões teve uma alta de 2,8%, ficando em R$ 1.171. O maior rendimento foi registrado no Distrito Federal, com R$ 1.729. O menor, de R$ 736, foi encontrada no Recife.

Quanto aos dados referentes somente ao mês de dezembro, o levantamento evidencia também uma queda do desemprego. No último mês do ano passado, a taxa de desemprego ficou em 12,7%, atingindo a menor marca para o período desde janeiro de 1998. Isto revela uma queda perante os 13% registrados em novembro e na comparação com o mesmo mês de 2007, quando era de 14,2%.

A taxa de desocupação neste período caiu em quase todas as regiões da pesquisa, sendo a única exceção Belo Horizonte. Foram geradas 29 mil vagas, no entanto, 49 mil pessoas saíram do mercado de trabalho naquele mês. Conforme o levantamento, em novembro, o rendimento médio real dos ocupados cedeu 1,5%, ficando em R$ 1.166 em dezembro.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG