BRASÍLIA - O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse hoje que não haverá mudanças nas novas regras dos call centers, em vigor desde segunda-feira. Apesar das reclamações das empresas, Tarso disse que a nova regra é uma legislação revolucionária.

"Não tem recuo. As novas regras foram discutidas por um ano e meio e foi dado prazo de adaptação de seis meses. É uma conquista do cidadão. Temos mais 50 milhões de brasileiros se sentindo respeitados e não um joguete nas mãos de gravações que tratam, na verdade, o cliente como servo. E o cliente, o tomador de serviço, é senhor", afirmou ao participar de sessão solene no Congresso.

Tarso ainda ressaltou que os órgãos de proteção ao consumidor estão preparados. "Os Procons estão adequados. Fizemos treinamento. Não publicamos o decreto de maneira irresponsável. O Ministério Público está conosco."
De acordo com as novas regras, o consumidor não deverá esperar mais do que um minuto até o contato direto com o atendente. Além disso, essa opção deve constar no primeiro menu de atendimento.

(Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.