Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Tarso defende Lula e diz que não há crise entre os poderes

ARACAJU (SE) - O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse hoje que não há nenhum tipo de crise entre os poderes ao comentar as afirmações feitas ontem pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a postura de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) diante das ações do Executivo em anos eleitorais.

Valor Online |

Tarso lembrou que a relação entre os poderes é harmoniosa, mas independente, e que as declarações de Lula foram uma reação.

O presidente reagiu. O caso concreto é que algum magistrado vem adiantando posições sobre a possibilidade de o Executivo fazer políticas públicas em anos que têm eleições. Isso pode ser traduzido como adiantamento de voto ou início de uma acusação. Isso permite que o poder que está sendo eventualmente acusado adiante sua defesa , afirmou Tarso Genro.

O ministro não quis comentar se as declarações do presidente se dirigiam a algum magistrado específico do STF.

Não há nenhum tipo de crise no relacionamento entre os poderes. As duas posições foram pontuais, [eles] estão exercitando sua função de autonomia e ao mesmo tempo marcando suas posições . Tarso afirmou que se o Executivo fosse atender as posições de todos os magistrados de cortes superiores, seria reduzido pela metade, porque em um ano se poderia fazer política social e no outro, não .

Tarso participa do 6º Fórum de Governadores do Nordeste. O encontro reúne os nove governadores da região. O presidente Lula fará a abertura da reunião.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG