Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

TARP destina-se ao setor financeiro, diz Paulson

O secretário do Tesouro dos EUA, Henry Paulson, afirmou que o fundo de US$ 700 bilhões criado pelo governo norte-americano para resgatar ativos podres destina-se ao setor financeiro. A declaração levanta dúvidas quanto ao sucesso das montadoras em seu esforço para obter uma parte dos recursos.

Agência Estado |

"O propósito claro do TARP [Programa de Alívio de Ativos Problemáticos, na sigla em inglês] é lidar com a estabilidade do sistema financeiro", disse Paulson, após o encerramento do 5º Diálogo Econômico Estratégico EUA-China.

Os executivos das "Três Grandes de Detroit" (General Motors, Chrysler e Ford) foram ontem pela segunda vez ao Congresso pedir uma ajuda financeira de US$ 34 bilhões e ainda não está claro se serão bem sucedidos na iniciativa. A General Motors disse que precisa de um financiamento "imediato" de US$ 4 bilhões para operar até o fim de ano.

Paulson acrescentou que não há um prazo para a liberação da segunda parcela do TARP. No começo da próxima semana, o secretário decidirá sobre a liberação do dinheiro, num total de US$ 350 bilhões. Para isso, ele deve apresentar ao Congresso não apenas o seu próprio plano para a utilização dos recursos, mas também os planos detalhados do próximo governo, que gastará a maior da verba. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG