Tamanho do texto

A TAM apresentou lucro líquido de R$ 143,9 milhões no quarto trimestre de 2009, revertendo um prejuízo de R$ 1,229 bilhão registrado no mesmo período de 2008, pelo padrão BRGaap de contabilidade. Em 2009, o lucro da companhia aérea foi de R$ 1,342 bilhão, ante prejuízo de R$ 1,509 bilhão do ano anterior.

A TAM apresentou lucro líquido de R$ 143,9 milhões no quarto trimestre de 2009, revertendo um prejuízo de R$ 1,229 bilhão registrado no mesmo período de 2008, pelo padrão BRGaap de contabilidade. Em 2009, o lucro da companhia aérea foi de R$ 1,342 bilhão, ante prejuízo de R$ 1,509 bilhão do ano anterior. Já no padrão IFRS, o resultado da companhia aérea no quarto trimestre de 2009 foi um prejuízo de R$ 334,1 milhões, 73% menor que o prejuízo de R$ 1,239 bilhão no quarto trimestre de 2008. No ano de 2009, pelo padrão IFRS, o lucro foi de R$ 435,7 milhões, ante prejuízo de R$ 1,434 bilhão no ano anterior. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da companhia em BRGaap caiu 40,8% nos últimos três meses do ano passado, para R$ 252,8 milhões, ante R$ 426,8 milhões do quarto trimestre de 2008. A margem Ebitda foi de 9,9%, ante 14,6% na mesma comparação. Em 2009, o Ebitda alcançou R$ 886,4 milhões, com queda de 21,0% ante o ano anterior, quando era R$ 1,122 bilhão. Já a margem Ebitda em BRGaap em 2009 foi de 9,0%, com queda de 1,6 ponto porcentual sobre 2008. No padrão IFRS, o Ebitda teve queda de 27,7% no quarto trimestre de 2009, para R$ 261,7 milhões, ante R$ 361,8 milhões no mesmo período do ano anterior, com margem de 10,5% ante 12,5%. No exercício de 2009, o Ebitda em IFRS recuou 20,4%, para R$ 812,1 milhões, ante R$ 1,019 bilhão no ano anterior, com margem de 8,3%, menor que a de 9,7% em 2008. A receita líquida registrada no último trimestre do ano passado em BRGaap foi de R$ 2,543 bilhões, com queda de 12,9% sobre 2008, quando era de R$ 2,921 bilhões. Em 2009, a receita líquida anotada foi de R$ 9,9 bilhões, um resultado 6,5% menor que os R$ 10,592 bilhões de 2008. Em IFRS, a receita líquida do quarto trimestre de 2009 foi de R$ 2,497 bilhões, 13,9% menor que os R$ 2,9 bilhões do mesmo período do ano anterior. No ano, a receita teve retração de 7,1%, para R$ 9,765 bilhões, ante R$ 10,513 bilhões de 2008. O resultado financeiro líquido em BRGaap foi uma receita de R$ 93,4 milhões no quarto trimestre de 2009 ante uma despesa de R$ 2,099 bilhões no mesmo intervalo do ano anterior, principalmente em função do impacto positivo da variação cambial e do impacto da marcação a mercado dos instrumentos financeiros com derivativos relacionados ao petróleo WTI, explicou a companhia em relatório. No exercício de 2009, a receita financeira líquida somou R$ 1,688 bilhão, ante despesa de R$ 2,869 bilhões em 2008. Já em IFRS, o resultado financeiro líquido divulgado foi o do quarto trimestre de 2009, que ficou positivo em R$ 28,2 milhões, ante despesa de R$ 1,032 bilhão no mesmo trimestre do ano anterior.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.