Genebra, 16 jul (EFE).- A resseguradora suíça Swiss Re reconheceu hoje ter compromissos no valor de US$ 9,6 bilhões nas firmas hipotecárias americanas Fannie Mae e Freddie Mac, que passam por graves dificuldades financeiras.

A exposição da Swiss Re, a maior seguradora do mundo, chega a US$ 5,2 bilhões na Freddie Mac e US$ 4,4 bilhões na Fannie Mae, afirmou a companhia a seus investidores.

O Governo dos Estados Unidos e o Federal Reserve (Fed, banco central americano) ofereceram seu apoio às duas entidades e iniciaram um plano de resgate que prevê aumentar temporariamente sua linha de crédito com o Departamento do Tesouro e adquirir, em última instância, suas ações.

O atual montante de créditos disponível para as duas sociedades é de mais de US$ 2,25 bilhões. A quantia da qual poderão dispor ainda será determinada, mas analistas prevêem que o Congresso poderia autorizar cerca de US$ 300 bilhões.

A Fannie Mae tem uma dívida de US$ 800 bilhões, enquanto a da Freddie Mac alcança os US$ 740 bilhões.

As duas empresas garantem hipotecas no valor de US$ 5,3 trilhões, cerca da metade do mercado, por isso Washington não pode permitir um colapso em suas operações. EFE is/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.