Tóquio, 13 jan (EFE).- A montadora de automóveis japonesa Suzuki suspenderá a produção de veículos e motocicletas em fevereiro por mais tempo que o previsto em cinco fábricas no Japão, a fim de reduzir a produção para exportação, devido à queda na demanda, informou hoje a agência Kyodo.

Segundo informou a empresa japonesa, o previsto é cortar a produção de automóveis entre três e oito dias úteis durante fevereiro, dependendo da fábrica.

Em Sagara, na província de Shizuoka, por exemplo, a Suzuki vai a suspender a montagem de automóveis por oito dias, além da fabricação de alguns motores entre sete e oito dias.

Já em Iwata, também na província de Shizuoka, paralisará a produção durante sete dias.

Por sua vez a produção de motos de Suzuki, em uma fábrica em Aichi e duas em Shizuoka, também será paralisada, durante três dias, em fevereiro.

A Associação de Vendedores de Automóveis japonesa informou na semana passada que as vendas de veículos novos no Japão tiveram no ano passado em seu pior nível desde 1974, pouco depois da primeira crise do petróleo.

Em todo 2008 foram vendidos 3,21 milhões de veículos no Japão, 6,5% a menos do que em 2007, e em dezembro as vendas caíram 22,3% até seu pior nível desde 1968. EFE psh/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.