Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Suzano tem lucro maior no 2o tri e anuncia expansão

SÃO PAULO - A Suzano Papel e Celulose registrou um aumento no lucro líquido do segundo trimestre e anunciou, nesta quarta-feira, um projeto de expansão que ampliará sua capacidade de produção de celulose em 4,3 milhões de toneladas por ano, em investimentos de cerca de US$ 5 bilhões. A companhia teve lucro líquido de R$ 185,56 milhões no segundo trimestre ante ganho de R$ 172,08 milhões um ano antes, impulsionada por efeitos contábeis, salto de vendas de celulose, que tiveram preços maiores no período e foram puxadas por nova linha de produção, e menores custos de venda.

Reuters |

A empresa ainda anunciou nesta quarta-feira projeto de expansão para o período de 2008 a 2015 que prevê ampliação da capacidade total de papel e celulose para 7,2 milhões de toneladas por ano, ante capacidade de 2,8 milhões neste ano.

O projeto, que ainda precisa ser aprovado pelo conselho de administração da empresa, compreende três linhas de produção de celulose, além da ampliação da unidade de Mucuri, no Maranhão.

Cada nova linha, a ser instalada nos Estados do Maranhão e Piauí, terá capacidade prevista de 1,3 milhão de toneladas por ano e a base florestal inicial no Maranhão será composta em parceria com a Vale.

"Os ativos florestais que já se encontram em formação, possibilitam a antecipação do início da produção (da nova unidade no sul do Maranhão) para 2013", informou a Suzano em comunicado separado do resultado trimestral.

O transporte da produção será realizado por ferrovias da Vale --Norte-Sul e Estrada de Ferro Carajás--, informou a Suzano. A exportação será por terminal marítimo a ser definido na região de São Luis.

Já no Piauí, A base florestal a ser implantada será composta aproximadamente de 70% de plantios próprios e de 30% de outros produtores locais. O início da produção está previsto para 2014 na região e o transporte da produção da unidade será feito pela Companhia Ferroviária do Nordeste (CFN).

O investimento industrial em cada nova linha de 1,3 milhão de toneladas por ano é estimado em cerca de US$ 1,8 bilhão e a ampliação da unidade de Mucuri ainda exigirá gastos de cerca de US$ 500 milhões.

Com isso, se excluídos os recursos para a terceira linha no Nordeste, que ainda estão sendo avaliados, o valor a ser investido pela Suzano no Nordeste está em US$ 4,1 bilhões. Se ainda forem somados os gastos de 700 milhões de dólares em base florestal, a conta vai para US$ 4,8 bilhões, de acordo com comunicado da companhia.

Leia mais sobre lucros

Leia tudo sobre: lucros

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG