Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Suspensão da queima da cana é ampliada para 21 regiões paulistas

Ribeirão Preto, SP, 04 - A suspensão da queima da palha da cana-de-açúcar, necessária para a colheita manual da cultura, foi ampliada para cidades de 21 regiões paulistas durante todo o dia por determinação da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. A medida foi divulgada hoje.

Agência Estado |

A determinação ocorre quando a umidade do ar cai abaixo de 20% durante o período das 12 horas às 17 horas.

A proibição da queima, que já vigora entre 6 horas e 20 horas até 30 de novembro, foi ampliada para qualquer horário nos municípios das regiões de Ariranha, Campinas, Casa Branca, Franca, Itapira, Piracicaba, Pirassununga, Presidente Prudente, Rancharia, Ribeirão Preto e São Carlos. Além dessas áreas, foi mantida a proibição para municípios de outras dez regiões que já tinham a queima suspensa desde ontem: Votuporanga, Valparaíso, Jales, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Lins, José Bonifácio, Araraquara, Colina e Ibitinga.

Nas cidades de São José do Rio Preto, Limeira e Americana, a queima da palha da cana já estava proibida em qualquer período do dia por determinação de leis municipais.

Hoje, em Ribeirão Preto, a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) registrou, em sua estação móvel, umidade relativa do ar abaixo de 10% durante toda a tarde, semelhante à verificada nos desertos, o que caracteriza estado de emergência. Uma frente fria que se desloca rumo à região Sudeste deve trazer aumento da nebulosidade e da umidade relativa do ar, com previsão de chuvas, no final de semana.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG