Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Superávit primário sobe a R$ 10 bi em agosto

BRASÍLIA - O superávit primário do setor público subiu para US$ 10,184 bilhões em agosto, refletindo o aumento das receitas, informou o Banco Central nesta terça-feira.

Reuters |

O saldo positivo, que indica a diferença entre receitas e despesas do governo excluindo juros, foi superior ao de R$ 8,091 bilhões registrado em igual período de 2007.

Em 12 meses encerrados em agosto, a economia feita pelo País para o pagamento de juros foi equivalente a 4,42% do Produto Interno Bruto (PIB), ante 4,39% do PIB em 12 meses até julho.

O governo tem como meta para o ano superávit primário de 4,3% do PIB.

Segundo o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, os resultados tornam "sem dúvida factível" o cumprimento da meta fiscal.

A dívida líquida total do setor público ficou em 40,5% do PIB no mês passado, frente a 40,8% em julho.

Altamir Lopes destacou a importância de o País demonstrar solidez fiscal num momento de crise financeira internacional. "Esses indicadores fiscais mostram que a dívida do País, que não é pequena, é solvente, ela é pagável, você tem condições de honrar esses compromissos", disse.

Alta do dólar ajuda dívida

Os vencimentos de juros no mês passado totalizaram US$ 12,527 bilhões, uma redução em relação aos R$ 18,777 bilhões de julho.

O BC atribuiu a retração ao menor número de dias úteis e à depreciação do real. Isso ocorre porque os ativos do governo atrelados ao dólar são atualmente maiores que os passivos na moeda estrangeira.

"Hoje, a economia brasileira do ponto de vista fiscal não se encontra mais exposta a essas flutuações bruscas na taxa de câmbio", afirmou Lopes.

O BC projeta que a relação dívida/PIB caia para 38,9% no final de setembro caso a cotação do dólar se mantenha em torno de R$ 1,90. Para o final do ano, levando em conta os parâmetros do mercado para PIB, câmbio e Selic, a projeção é de que a dívida fique em 40,8% do PIB.

No acumulado do ano, o volume de juros cresceu 0,13 ponto percentual do PIB frente a 2007, para R$ 119,3 bilhões, o equivalente a 6,36% do PIB.

Leia mais sobre superávit primário

Leia tudo sobre: superávit primário

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG