BRASÍLIA - O superávit primário do governo central (Tesouro, Previdência e Banco Central) acumulado em todo o ano passado totalizou R$ 71,401 bilhões, ou 2,46% do Produto Interno Bruto (PIB). O resultado supera aquele obtido em 2007, quando as receitas do governo central superaram as despesas em R$ 57,825 bilhões, ou 2,23% do PIB.

No acumulado de 2008, o déficit do INSS somou R$ 36,206 bilhões (1,25% do PIB), contra resultado negativo de R$ 44,88 bilhões em 2007 (1,73% do PIB). O Banco Central (BC) ficou R$ 472 milhões no vermelho - foram R$ 644,7 milhões de déficit no ano anterior. O superávit do Tesouro Nacional atingiu R$ 108,079 bilhões, ante R$ 103,351 bilhões em 2007.

A receita total do governo central no ano passado ficou em R$ 716,647 bilhões, superior aos R$ 618,872 bilhões de 2007. Descontadas as transferências para estados e municípios, de R$ 133,075 bilhões, a receita líquida situou-se em R$ 583,571 bilhões em 2008.

Já as despesas totais somaram R$ 497,926 bilhões, contra R$ 455,442 bilhões registrados em 2007. O superávit primário do governo central é o resultado da diferença entre a receita líquida e as despesas totais.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.