Tamanho do texto

BRASÍLIA - O governo central apurou superávit primário de R$ 14,655 bilhões no mês de outubro. Os números correspondem ao desempenho conjunto do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central (BC) e foram divulgados há instantes pelo Tesouro.

O resultado ficou acima do verificado em outubro do ano passado, quando foi registrado saldo positivo de R$ 9,9 bilhões nas contas do governo central. Em setembro deste ano, o superávit foi de R$ 6,13 bilhões (revisado).

No mês de outubro, o Tesouro Nacional teve resultado primário positivo de R$ 16,527 bilhões. O INSS apresentou déficit de R$ 1,909 bilhão e o Banco Central teve saldo positivo de R$ 37,2 milhões.

Segundo relatório divulgado há pouco pelo Tesouro Nacional, a receita total em outubro ficou em R$ 65,795 bilhões, com transferências constitucionais a estados e municípios no valor de R$ 10,182 bilhões. Assim, a receita líquida (total menos as transferências) somou R$ 55,612 bilhões. A despesa total do governo central ficou em R$ 40,957 bilhões.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)