Washington, 10 jun (EFE).- O superávit dos países da América Latina e do Caribe no comércio de bens com os Estados Unidos caiu 9,3 % em abril e chegou aos US$ 4,878 bilhões, informou hoje o Departamento de Comércio americano.

Washington, 10 jun (EFE).- O superávit dos países da América Latina e do Caribe no comércio de bens com os Estados Unidos caiu 9,3 % em abril e chegou aos US$ 4,878 bilhões, informou hoje o Departamento de Comércio americano. Nos quatro primeiros meses do ano, o superávit somou US$ 19,521 bilhões, 58,1% a mais que o alcançado entre janeiro e abril de 2009, no meio da contração econômica dos EUA mais profunda e prolongada desde a Grande Depressão da década de 30. O superávit do México com os EUA recuou de US$ 6,043 bilhões em março para US$ 5,325 bilhões em abril. Nos quatro primeiros meses do ano, o superávit mexicano soma US$ 20,761 bilhões comparado com o de US$ 13,850 bilhões do período similar do ano anterior. Argentina, que teve em março um déficit de US$ 189 milhões, registrou em abril US$ 304 milhões. Nos quatro primeiros meses de 2010, o déficit argentino soma US$ 946 milhões comparado com os US$ 234 milhões entre janeiro e abril do ano anterior. Brasil, cujo déficit foi em março de US$ 1,096 bilhão registrou em abril US$ 760 milhões. De janeiro a abril deste ano, o déficit brasileiro soma US$ 3,092 bilhões comparado com um saldo negativo de US$ 1,622 bilhões no período similar de 2009. Chile passou de um déficit de US$ 276 milhões em março para US$ 235 milhões em abril. Nos quatro primeiros meses deste ano, o déficit chileno soma US$ 572 milhões comparado com os US$ 215 milhões em idêntico período no ano passado. Colômbia registrou em março déficit de US$ 11 milhões e teve em abril um superávit de US$ 344 milhões. O saldo propício à Colômbia somou nos quatro primeiros meses US$ 655 milhões que contrasta com os US$ 216 milhões entre janeiro e abril de 2009. O superávit da Venezuela desceu de US$ 2,252 bilhões em março, para US$ 1,757 bilhões em abril. Durante o primeiro quadrimestre do ano, a Venezuela alcançou saldo propício de US$ 7,670 bilhões comparado com US$ 4,037 bilhões no período similar de 2009. EFE tb/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.