Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Superávit comercial do Japão cai 94,1% em setembro

Tóquio, 23 out (EFE).- O superávit comercial do Japão caiu 94,1% em setembro, para 95,1 bilhões de ienes (US$ 973 milhões), em relação ao mesmo mês do ano anterior, anunciou hoje o Ministério das Finanças japonês.

EFE |

Nesse mês, as exportações aumentaram 1,5%, para 7,3 trilhões de ienes (US$ 75,389 bilhões), enquanto as importações cresceram 28,8%, aos 7,2 trilhões de ienes (US$ 74,416 bilhões).

A balança comercial entrou no vermelho em agosto, mas o aumento das exportações a economias emergentes como a Rússia e as do Oriente Médio ajudou a melhorar os números de setembro, segundo a agência local "Kyodo".

Na primeira metade do ano fiscal 2008, de abril a setembro, o superávit comercial do Japão caiu 85,6% em termos anualizados, aos 802 bilhões de ienes (US$ 8,206 bilhões).

Este é o mais baixo superávit comercial desde a segunda metade do ano fiscal 1981, quando a economia do Japão se viu afetada pela crise do petróleo, segundo um relatório do Governo japonês.

No primeiro semestre do atual ano fiscal, que termina em março de 2009, o aumento do preço das matérias-primas influiu de maneira negativa no crescimento das exportações japonesas, que caíram especialmente para Estados Unidos e Europa, em função da crise creditícia global.

As exportações de bens japoneses cresceram 2,5% durante a primeira metade do ano fiscal, para 42,9 trilhões de ienes (US$ 439 bilhões).

Nesse mesmo período, as importações subiram 16,1%, para o recorde de 42,1 trilhões de dólares (US$ 430,8 bilhões), especialmente por causa do petróleo.

Os dados utilizados pelo Ministério das Finanças para a elaboração destas estatísticas são calculados de acordo com os registros das alfândegas japonesas. EFE cej/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG