Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Suíça injeta US$ 5,23 bilhões no UBS

O governo e o banco central da Suíça mobilizaram-se nesta quinta-feira para apoiar o UBS com uma injeção de 6 bilhões de francos suíços (US$ 5,23 bilhões) e a assunção de US$ 60 bilhões em papéis de risco. Em troca, o governo suíço ficará com uma participação de 9% no UBS.

Agência Estado |

Segundo o presidente do banco, Peter Kurer, o governo não planeja usar tal participação para influenciar o UBS. Numa entrevista coletiva, o presidente executivo do banco, Marcel Rohner, disse que as medidas tornaram-se necessárias depois do derretimento sem precedentes nos mercados financeiros nos últimos dias e de os governos dos EUA e outros países terem apoiado seus respectivos bancos.

As medidas também deixam o UBS praticamente livre dos ativos tóxicos que o haviam levado a quatro trimestres consecutivos de prejuízos e que tornaram necessárias duas injeções de capital anteriores. Depois de transferir para o banco central da Suíça US$ 60 bilhões em hipotecas subprime, Alt-A e outros ativos, o UBS fica com apenas US$ 4,3 bilhões de exposição relativa a seguradoras "monoline", mais US$ 4,7 bilhões em empréstimos para compras alavancadas, segundo o próprio banco. "Isso está em linha com o que aconteceu em outros países, mas é mais acabado, definitivo e abrangente", disse Rohner. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG