O governo suíço e as autoridades bancárias do país anunciaram nesta quinta-feira a adoção de uma série de medidas para dar maior estabilidade a seu sistema financeiro, entre elas uma proteção maior aos depósitos.

As autoridades suíças já haviam anunciado semana passada que pretendiam garantir a segurança dos depósitos dos clientes dos bancos do país.

O banco UBS revelou que será recapitalizado em 5,23 bilhões pelo governo suíço. A instituição é uma das mais afetadas do mundo pela crise dos "subprimes", as hipotecas de alto risco americanas.

UBS, que acumula uma desvalorização de ativos de 42,5 bilhões de dólares desde o início da crise hipotecária americana, registrou prejuízo líquido de quase 330 milhões de dólares no segundo trimestre de 2008.

O segundo maior banco do país, o Credit Suisse, anunciou ter realizado uma ampliação de capital de 8,7 bilhões de dólares, ao mesmo tempo que anunciou prejuízo de quase 1,126 bilhão de dólares.

O capital foi obtido de um pequeno grupo de investidores mundiais, o principal deles a Holding do Qatar LLC.

bur-ang/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.